CASO SUELLEN: DOR E REVOLTA TOMA CONTA DOS VALENCIANOS - Mestiço News | Notícia de Verdade

DESTAQUES

Seja bem vindo! Hoje é

17/10/2016

CASO SUELLEN: DOR E REVOLTA TOMA CONTA DOS VALENCIANOS

Artigo


Última atualização de foto do perfil do Facebook de Suellen
A cidade de Valença do Piauí, localizada no centro-sul do estado, a 210 Km da capital Teresina está em choque! Os valencianos foram surpreendidos na madrugada de sexta (14) para sábado (15) pela triste notícia do assassinato da jovem Suellen Marinheiro Lula (21 anos) que foi brutalmente assassinada por um meliante de nome Rafael Nascimento (31 anos).

A mesma encontrava-se na portaria de um clube de propriedade de sua família que fica localizado ao lado da residência da mesma, no bairro Novo Horizonte,onde acontecia uma festa, quando por volta da 1:00 da manhã o assassino junto com alguns comparsas chegaram para adentrarem ao evento. Segundo informações dos diversos portais da cidade de Valença, o assassino ao chegar no local tentou forçar a entrada alegando querer entrar sem pagar o ingresso. Suellen, que encontrava-se na portaria, gentilmente tentou explicar ao indivíduo que, segundo informações, demonstrava alto índice de embriaguez, que o mesmo não poderia entrar sem pagar o devido ingresso. Nessa hora, Rafael, o assassino sanguinário sem nenhum amor no coração, lança mão da arma de fogo que utilizava da corporação militar da cidade cearense de Tauá, onde o mesmo exercia o cargo de policial, e atira, sem nenhum remorso, contra a jovem estudante de direito Suellen Marinheiro Lula tirando-lhe a vida, abortando-lhe os sonhos.
Aqui, depois dessa síntese do caso, eu aproveito para começar perguntando: quanto vale uma vida? É inacreditável que esse sujeito que assassinou a brilhante jovem Suellen a  matou porque se recusou a pagar R$ 5,00. Leitor, dá para acreditar nisso? O que se passa no coração de um sujeito desse? Será que a vida tem um preço? Quem pode decidir por matar alguém sem medir consequências?
Hoje é segunda-feira, (17/10). Fazem três dias que a jovem Suellen teve o seu sonho e trajeto de vida abortado por um criminoso inconsequente, frio e sanguinário, mas o sentimento que se percebe nas ruas, nas calçadas, nas redes sociais em Valença do Piauí é um só: dor, indignação e medo. Medo, porque cada um se pergunta: do que o ser humano é capaz?
A morte da jovem Suellen chocou todo o estado do Piauí pela crueldade, pela precocidade em que a vítima veio a perder a sua vida, mas principalmente pela a futilidade da motivação do crime.
Valença está de luto! Todos nós, como seres humanos, estamos de luto! Apesar de não conhecê-la (mesmo sabendo, já depois de sua morte, que éramos vizinhos), quero em nome de todas as pessoas de bem de Valença, desejar à sua família que Deus conforte seus corações. Quero dizê-los, que a justiça sim, será feita: a justiça de Deus. Se apeguem a isso! Sei que a dor é muito grande e que nada poderá trazer a jovem sonhadora ( como seus amigos a classificaram no Facebook) de volta, mas alimentem em suas memórias  a lembrança de quem ela foi em vida.
Termino esse artigo com as palavras de um valenciano, amigo de Suellen, postadas no Facebook: " Sempre achei as despedidas cruéis, mas esta que hoje enfrento é sem dúvida a mais terrível de todas. Devo dizer-lhe adeus, amiga, mas não sei como fazer.   
Sinto o abandono da sua partida, mas sei que tudo isto faz parte da vida. A morte vem quando deve vir, e leva quem deve levar. Mas a dor que fica depois da sua passagem é por demais insuportável, e a consciência de que não voltarei a vê-la é uma tortura. 
Queria que tudo isso fosse apenas um pesadelo, que não existissem despedidas tão definitivas quanto essa, mas sei que é realidade e então apenas me resta dizer-lhe adeus, amiga, até sempre!" (Victor Lima)



Por: José Maurício

Nenhum comentário:

Postar um comentário