Presa quadrilha que causou apagão de telefonia móvel na região de Paulistana

Com os criminosos foram encontrados materiais de uso de empresas de telefonia móvel em suas torres de transmissão.

A Polícia Militar prende nesta sexta-feira (29) uma quadrilha suspeita de ter causado um apagão de telefonia móvel na região do município de Paulistana, a 460 quilômetros de Teresina. Aquela área estava sem sinal de celular desde as primeiras da manhã de ontem. Com os criminosos, a polícia encontrou várias ferramentas de uso restrito de empresas de telefonia móvel. Os equipamentos foram roubados das torres de transmissão de Alegrete, Padre Marcos, Alagoinha, Geminiano e Jacobina.

Os criminosos foram abordados em uma barreira policial montada na entrada de Paulistana. Eles estavam em um veículo modelo Hyundai Sonata, de Feira de Santana/PE. Dentro do carro foram encontrados quatro retificadores de corrente elétrica, dois transformadores de rede micro-ondas, dois conversores de dados 2G e 3G, e alicates de vários modelos.
Segundo o major Stanislau Felipe, comandante do 20º BPM de Paulistana, o equipamento apreendido está avaliado em cerca de R$ 30 mil. “O bando contava com informações privilegiadas sobre a localização das cidades e tipo de material encontrado em seus alvos. No veículo foi encontrada ainda uma lista contendo coordenadas das cidades e qual a tecnologia empregada na torre”, explica o comandante.
Fora presos Lesley Augusto Conceição, 39 anos; Arles Santos de Queiroz, 24 anos; Maicon Francisco Oliveira, 25 anos; e Elson Santos Júnior, 22 anos. Todos os presos são naturais da Bahia, sendo que Arles já tem passagens pela polícia por receptação e homicídio e Maicon por homicídio.
Fonte: Maria Clara Estrêla Portal o Dia

Postar um comentário

0 Comentários