Incêndios na zona rural de Pimenteiras assustam moradores da Tapera - Mestiço News | Notícia de Verdade

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Bloco de Anúncios

23/08/2019

Incêndios na zona rural de Pimenteiras assustam moradores da Tapera

Registro feito por uma moradora da Tapera no início do fogo
Foto: Reprodução/WhatsApp
Depois do sufoco sofrido na primeira semana de agosto pelos moradores da Lagoa das Caraíbas e dos momentos de pânico e tormenta vividos pela população das localidades Mestiço, Saco dos Martins, Barra do Manu e Ponta D'Água no início desta semana, hoje (22/08) foi a vez da comunidade Tapera passar por momentos difíceis em virtude das queimadas que assolam o município de Pimenteiras desde os primeiros dias do corrente mês.

Um foco de incêndio se iniciou no último sábado (17) no percurso entre a localidade São Caetano e o povoado Mestiço. Este incêndio destruiu propriedades, matou dezenas de animais e causou prejuízos, principalmente aos criadores de abelhas. O fogo iniciado no dia 17, perdurou com força até a tarde da última terça-feira (20) no seu epicentro de atuação, entre as comunidades Barra do Manu, Mestiço e Saco dos Martins. 

Destruição da mata mostra o poder do fogo que assolou a região do Mestiço
Foto: Reprodução/WhatsApp
Tatu-peba foi morto pelas chamas nas proximidades do Mestiço
Foto: Reprodução/WhatsApp
Em virtude do árduo trabalho de contenção das chamas realizado pelos moradores das comunidades atingidas, e com o auxílio da brigada de incêndio do município e de um efetivo de quatro homens do corpo de bombeiros de Picos, na  terça o fogo perdeu força nas proximidades das comunidades supracitadas. No entanto, devido a extensão do fogo, focos dispersos continuaram a queimar em direção à localidade Ponta D'Água, chegando atingir a uma propriedade chamada Trinta Carnaúbas. Com os fortes ventos, as chamas cresceram novamente e continuaram queimando mata adentro e, nesta quinta-feira (22) chegaram ao povoado Tapera.

Durante todo o dia, dezenas de moradores lutaram para combater as chamas que chegaram a por em risco algumas propriedades, aproximando-se das casas.

Na noite desta quinta, populares informaram ao Mestiço News que as chamas podiam ser vistas a longa distância, e que homens continuavam a juntar esforços para combater a força do fogo, nas proximidades da fazenda Nova Graça.

Registro feito na noite de quinta (22)
Foto: Reprodução/WhatsApp
A onda de incêndio que assola Pimenteiras desde o início do mês já pode ser considerada uma das maiores da história do município, tanto pelo abrangência territorial, quanto pela duração dos dias.

A administração municipal tem tentado contribuir com ações de combate, mas dentro das limitações impostas pela densidade e o volume das queimadas, não tem obtido êxito de forma significante.

Fonte: Mestiço News

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PUBLICIDADE